terça-feira, 18 de novembro de 2008




Preciso pensar ...
Fazer a bandeira que identique quem sou, o que penso e o que faço ... é complicado.
Seria mais fácil me pedir para falar de alguém que eu gosto, do que falar de mim mesma.
Tá difícil?? Opa!
Mas hoje quero falar de NOSTALGIA. Não sei se isso é normal da idade, mas nos últimos tempos eu vivo com saudades de amigos , amigas, situações vividas, um lugar. É bom sentir saudades. Mas isso dói. Não sei se dói só de doer, ou dói de poder chorar. Às vezes choro. Isso é sinal de que valeu a pena. Jamais imaginaria que eu sentiria saudades de uma fase que vivi em minha vida. Mas para isto existem lembranças. Fatias do tempo que comprovam de que a vida vale a pena! Não é Margean?? Não é Érico??? Fala alguma coisa Gabriel ... Fala Fer ... Rs ... Eles sabem o que é viver, ser feliz ... buscar o que se procura.
Tenho vontade sim, de rever cada pessoa, cada lugar que tenho saudade, e degustar cada instante, sentir o sabor do momento. Sentir o perfume do prazer de viver!
DÁ LICENÇA QUE EU VOU À LUTA!
EU QUERO VIVER!

Um comentário:

Gabriel Marchioli disse...

[i]É bom mesmo que seja assim. Disposto eu diria. Além de ser, eu seria. Cantamos músicas e rimos muito, juntos. Estamos alí e aqui. Lado a lado. Ladinho. Incenso de canela e seguimos adiante. Acredito ser a formação do ambiente em que pretendemos ser. Pensa na música, a mais alta, esquece o ritmo, deixa a sintonia pra ser feliz, saudade existe para aqueles que sabem amar, não acha?!